segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Sobre o Concurso de Miss Xadrez


Boa noite a todos! Mais uma vez agradeço o espaço do XadrezUnderground. Como participante, não poderia deixar de expor a minha opinião ao acontecido no concurso de Miss Xadrez Brasil. Infelizmente fico muito triste e decepcionada com a atuação dos organizadores deste concurso. Gostaria de abordar algumas “falhas” e ações que, em minha opinião, afetaram a credibilidade deste concurso.
Desde o início, assim que fui convidada a participar, questionei o critério de avaliação e se seria apenas um concurso de beleza. O Fernando me deixou claro que a historia e a relação no meio enxadrístico seriam também critérios. Gostei muito quando vi a relação dos nove nomes que fariam parte do júri, todos conhecidos e engajados no meio enxadrístico e por isso resolvi me inscrever, uma vez que seria muito bem vindo para incentivar e prestigiar o Xadrez Feminino Nacional. Assim que terminou o período de inscrição, foi postado o nome das candidatas que haviam feito a inscrição pedindo para que todas enviassem fotos e um perfil. Eu havia me inscrito, porem meu nome não constava nesta lista. Aqui houve a 1ª falha. Assim, conversei com o Fernando, que me pediu desculpas e me pediu para mandar a descrição. Não gostaria de julgar este erro, porém depois de todo ocorrido, só mostra um pouco do descuido da organização.
Assim, das 15 inscritas anteriormente, apenas 10 mandaram seus perfis e destes nomes o Júri escolheria 6. Então em 1º de outubro o blog postou as 6 finalistas e o meu primeiro choque foi não ver o nome da participante Amanda Marques. Como o próprio perfil dela dizia, ela conquistou 8 títulos nacionais, pan-americano, representou o Brasil nas Olimpíadas e em muitos outros torneios internacionais. Todos (do meio enxadrístico) sabemos quão excepcional jogadora ela é, ativa, jovem e na minha opinião (e na opinião da lista de rating FIDE), a Amanda era a jogadora mais forte inscrita, fora ser muito bonita. Assim me pergunto, que critério foi utilizado entre o Júri para escolher as 6 finalistas? Particularmente, essa foi a 2ª falha da organização.
Assim, começou a votação e como eu entrei na página do site apenas no dia 2 de outubro já vi o quanto estava atrasada. Eu tinha 20 votos enquanto duas outras participantes tinham 300 cada uma. Assim, resolvi tirar o atraso e divulguei o concurso no Facebook e para amigos pedindo votos. No outro dia eu já tinha conseguido 300 votos, porem as duas mais votadas também tinham conseguido muito mais votos. Foi quando percebi que essa votação se trataria de uma guerra tecnológica, ou ainda quem tinha maior divulgação ou mais amigos. E isso para mim não é um critério inteligente para saber quem melhor representa a Miss Xadrez, e então pensei em desistir dessa competição, não pedindo mais votos. A 3ª falha ocorreu quando pedi à organização para relembrar o perfil das candidatas com relação ao xadrez, uma vez que para mim isso era muito importante. Assim, não sei por qual motivo, o autor do blog postou primeiro o perfil das duas jogadoras mais votadas, sabendo que isso também é uma forma de divulgação e sabendo também que nos primeiros dias é quando há mais visualizações no site. 
Enfim, também me causou muita estranheza os números. E então decidi falar com o autor do blog dizendo que havia muitas maneiras de burlar o site e aumentar os votos, mandei paginas de internet que explicavam como burlar essas enquetes. Fiz isso, para mostrar como a votação poderia estar injusta, seja pra qual jogadora fosse e que não concordava com o público decidindo, e que talvez, se houvesse participação do publico, que deveria caber menor participação na decisão. Simplesmente não tive resposta alguma. Isso só confirmou a minha desistência de continuar participando de uma eleição ineficiente. Vale a pena comparar com as eleições eleitorais. Eu me elegeria como vereador, por exemplo, ou ainda, eu votaria via um sistema de votação ineficiente e que pode ser burlada? Se a urna eletrônica eleitoral não fosse confiável, acredito que a credibilidade da votação democrática acabaria, assim como aconteceu na historia de muitos países. Pelo que entendi, o blog apenas confirmou o que eu havia tentado dizer: que esse sistema de enquete não era confiável e poderia não eleger realmente quem representasse bem a Miss Xadrez Brasil.
Não tenho dúvida na vontade e boa intenção da organização, porém, acredito que tudo isso aconteceu por inexperiência de um concurso como este (primeiro que eu havia visto) e acredito que dá pra aprender muito com todos esses fatos. Mas não acho justo às demais participantes e ao público o cancelamento deste concurso, para mim a 4ª falha. Também não acho justo o julgamento das jogadoras mais votadas, uma vez que a falha é do sistema utilizado, que é suscetível à esse tipo de ação.
Estou muito triste com esse desenrolar, o que prejudicou a imagem do Xadrez feminino. Estou insatisfeita pelo blog não cumprir o proposto. Sinto-me lesionada uma vez que este concurso gerou expectativas e “perda” de tempo e, como participante, não me cabe as consequências de um sistema ineficiente.
Para mim, a forma de eleição da Miss deveria mudar e um júri bem formado e com critérios pré-definidos deveria decidir.

Com a certeza de ter colaborado,

Agradeço,

Líria Caetano Garcia

4 comentários:

monge petrô disse...

Um texto muito bem escrito, concordo com vc "Ipsis litteris" ...Parabéns!!! Você como sempre, bonita, inteligente, delicada e uma excelente jogadora,para mim uma legítima miss do xadrez brasileiro.

Rane Brito disse...

Todo processo de eleição tem que ser justo e claro. Até acredito ter tido clareza quando me inscrevi. Li o edital que deixava bem claro muitas coisas, como o fato de que todas teriam que responder algumas perguntas e fazer um acompanhamento pelo blog. Um dos critérios, e ao meu ver o mais importante, era que o xadrez teria que ser levado em primeiro plano, mas não somente quem ganhou titulos A ou B, e sim o trabalho que realizado com xadrez. Claro que títulos também seriam importantes, mas não eram tudo e uma das missões era divulgar o xadrez feminino. Achei isso incrível, pois nunca parei para me inscrever em um concurso de beleza, ou fazer algo em minha vida que levasse a isso, e sim busquei coisas que me ajudassem no meu desenvolvimento como ser humano, sendo que o xadrez sempre esteve ligado em minha vida. Foi por tudo isso me inscrevi.
No primeiro dia em que o blog lançou as seis candidatas finalistas achei estranho o fato de já ter candidatas com 200 votos em tão pouco tempo, mas não reclamei. Pedi votos a amigos e divulguei por que queria ver até onde isso tudo iria. E hoje vi no que deu, em nada.
Acho que no mínimo, deveria ter um pedido de desculpas por parte dos organizadores a cada uma das candidatas. E isso deveria ser individualmente, e não uma nota geral e sem mais explicações. Respeito muito o trabalho que as pessoas fazem com xadrez e o levam tão a sério, mas nesse caso, não conversar não é o melhor caminho. Tratar-nos como se fossemos pessoas que não temos opinião e achar vamos ficar caladas está muito errado e é muito ingênuo. Acredito que se alguma das candidatas tivesse cometido erro com certeza teria sido punida, mas se a organização erra não acontece nada? Por que?
Abrir uma votação e oferecer prêmios ou títulos, qualquer coisa e desistir é no mínimo irresponsável. Apoio em gênero, número e grau tudo o que as meninas estão falando, principalmente a Líria. Pois, afinal queremos uma resposta melhor do que as que foram dadas, pois a credibilidade já foi manchada, mas pior é não fazer nada para reparar o erro. Esperamos uma solução.
Atenciosamente,
Rejane Bezerra.

Katia disse...

Super concordo com o que as meninas estão falando, e acredito que tenha ficado bem claro para todo mundo que fomos prejudicadas. Desde o momento em que eu vi que a votação seria aberta, eu sabia que isso não daria certo, e mesmo que desse, não seria um critério justo. Me senti prejudicada especialmente pelo tempo que perdi, desde o começo, selecionando fotos pra mandar, fazendo perfil, e depois pedindo votos. Ainda bem que isso pelo menos aconteceu no começo da votação, assim não perdi mais tempo ainda com isso. E eu achei estranho também as finalistas selecionadas, teve realmente quem deveria de certeza ter entrado, e não entrou.
Me arrependo de ter participado, pelo fim que se tornou. Mas de qualquer forma, fiquei feliz por ter sido selecionada pra final. Sinto muito mesmo pelo ocorrido, e pelo que eu e as outras 5 meninas passamos. A ideia de princípio era ótima, pena mesmo que a organização deixou a desejar...

Att. Katia Sprotte

Thauane disse...

todos estão certos, sempre deixei claro que era melhor um Júri, e também não só ver beleza mas xadrez, porque é muito fácil você tira foto com tabuleiro de xadrez, ou aprender a mexer as peças e querer participar.